Áreas de Concentração

O Mestrado em Saúde Pública constitui-se de duas áreas de concentração: Epidemiologia e Políticas, Ambiente e Sociedade, cada uma composta por duas linhas de pesquisa.

Epidemiologia

Linha de Pesquisa: Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças e Agravos Não Infecciosos

Cada vez mais fundamental para a compreensão das necessidades de saúde contemporâneas, a linha estuda doenças e agravos não infecciosos de relevância no âmbito da Saúde Pública, sua epidemiologia, inter-relação com outras áreas da saúde, fatores de risco associados, prevenção e controle. Em ressalto, a linha aborda a relação entre obesidade e doenças cardiovasculares; Epidemiologia, promoção da saúde e prevenção da violência; Estudos clínico-epidemiológicos em endocrinopatias, enfermidades metabólicas, distúrbios nutricionais e condições associadas; Epidemiologia e Impacto de doenças de interesse em saúde pública sobre a funcionalidade; Epidemiologia da Saúde Materno-Infantil. Desenvolvimento infantil na Primeira Infância: abordagem psicossocial e exobiológica; Epidemiologia e Avaliação de Tecnologias em Saúde Materna e Perinatal.

Linha de Pesquisa: Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças Infecciosas e Parasitárias

Estuda doenças transmissíveis com tendência declinante, com quadro de persistência e emergentes. Por conseguinte, aborda a Epidemiologia de doenças infecciosas, em especial HIV/Aids, hanseníase, e arboviroses de importância em Saúde Pública no Brasil; Epidemiologia, vigilância e ações de controle vetorial de enfermidades transmitidas por vetores (arboviroses) e zoonoses, destacando Dengue, Zika e Chikungunya; Perspectivas clínico-epidemiológicas e operacionais de controle de doenças negligenciadas, com ênfase em doença de Chagas, leishmanioses, esquistossomose e hanseníase; Epidemiologia, prevenção e intervenção clínica nas doenças infecciosas de interesse em saúde pública no Ceará, com ênfase em HIV/Aids, tuberculose, micoses sistêmicas, arboviroses, leptospirose e outras doenças relevantes.

Políticas, Ambiente e Sociedade

Linha de Pesquisa: Políticas, Gestão, Avaliação e Educação em Saúde

Ao incorporar ferramentas das ciências sociais e da epidemiologia, de forma integrada, a linha estuda a formulação, a implementação e a avaliação de sistemas e políticas públicas de saúde. Também se interessa por estudos sobre o cuidado em saúde, modelos de gestão, educação em saúde e gestão do trabalho no SUS. De forma mais detalhada, a linha tem se destacado no desenvolvimento de estudos relacionados à avaliação em saúde em tópicos de importância em saúde pública no Ceará, especialmente a partir da utilização de abordagem qualitativa; Desenvolvimento infantil: relações parentais para a formulação de vínculos na primeira infância (0-6 anos); Intervenções e formulação de políticas públicas na primeira infância; Abordagens psicossociais em doenças tropicais negligenciadas; análise de modelos de gestão e de processos de organização do SUS.

Linha de Pesquisa: Produção-Ambiente e Saúde

Analisa as dinâmicas sociais, econômicas, culturais e suas influências sobre o padrão de morbimortalidade da população incorporando concepções e paradigmas que envolvam as interrelações entre saúde, ambiente e trabalho, almejando o fortalecimento das políticas públicas em saúde, bem como as formas de produção científica compartilhadas e articuladas ao saber popular. Conflitos Socioambientais e Saúde no Nordeste; Produção Agrícola, Ambiente e Saúde. As grandes temáticas abordadas pela linha são: vigilância de agravos à saúde relacionados ao trabalho e ao ambiente; Saúde, trabalho, ambiente e subjetividade; e Conflitos socioambientais, trabalho e saúde.