Fluxo de Alunos

O Doutorado em Saúde Pública possui regime de seleção anual, oferecendo atualmente aproximadamente 25 vagas. O programa integra a possibilidade de participação de profissionais da área de saúde (Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Farmácia, Veterinária etc.) e áreas afins (Sociologia, Antropologia, Economia, Psicologia, Serviço Social, Geografia, Biologia, Engenharia, Estatística, Administração, etc.), considerando-se a coerência e consistência com as áreas de concentração do Programa e as suas respectivas linhas de pesquisa. A duração máxima do curso é de 48 meses e a mínima de 24 meses.

A estrutura curricular do Doutorado em Saúde Pública abrange um conjunto de componentes curriculares definidos como disciplinas, módulos ou atividades acadêmicas, cuja integralização faz parte dos requisitos necessários à obtenção do diploma. Esses componentes, oferecidos ao longo do curso, abrangem em diferentes graus os núcleos disciplinares da saúde coletiva: epidemiologia, ciências sociais e humanas em saúde além de políticas, planejamento e gestão em serviços/sistemas de saúde. As disciplinas são oferecidas em regime modular e definidas como obrigatórias e optativas. A tese é obrigatoriamente considerada atividade, da mesma forma que o exame de qualificação e a proficiência em língua estrangeira.

A unidade básica para avaliação da intensidade e duração das disciplinas ou módulos de pós-graduação é o crédito, que corresponde a 16 (dezesseis) horas-aula. A avaliação será expressa, em resultado final, por meio de notas na escala de 0 (zero) a 10 (dez) com, no máximo, uma casa decimal. Considerar-se-á aprovado, em cada disciplina/ módulo, o aluno que apresentar frequência igual ou superior a setenta e cinco por cento das atividades desenvolvidas e nota final igual ou superior a 5,0 (cinco).

Para os componentes curriculares denominados de atividades, o aluno deverá se matricular no semestre correspondente e, caso não conclua no decorrer do período letivo, a matrícula deve ser renovada no início do outro semestre, até sua conclusão. A avaliação dos componentes curriculares denominados de atividade será expressa, em resultado final, pelos conceitos de Aprovado ou Não aprovado.

Só poderão se matricular em tese os alunos que atenderem às seguintes condições:

  • a) tenham sido aprovados em todas as disciplinas obrigatórias do currículo;
  • b) tenham obtido média final medida pelo coeficiente de rendimento (CR), igual ou superior a 7,0 (sete);
  • c) tenham demonstrado proficiência em pelo menos uma língua estrangeira;
  • d) tenham sido aprovados no exame de qualificação;

Será desligado do curso de pós-graduação, mediante cancelamento, o aluno que:

  • a) for reprovado duas vezes em disciplina/módulo/ atividade;
  • b) não satisfizer às exigências previstas pelo programa;
  • c) for reprovado por duas vezes no exame de qualificação;
  • d) não tenha efetuado a matrícula em disciplina, módulo ou atividade no período letivo correspondente.
  • e) não satisfaça às exigências do regimento interno do programa sob condições de aluno regular.

O exame de qualificação (exame geral de conhecimentos) deverá ser realizado antes da matrícula na atividade dissertação ou de tese. A avaliação do exame de qualificação será expressa mediante um dos seguintes conceitos: Aprovado ou Não aprovado. O aluno que não obtiver aprovação no exame de qualificação terá direito a nova oportunidade, se não tiver sido reprovado em outra disciplina/módulo/atividade.

As comissões de tese (defesa do trabalho do doutorado) serão formadas, no mínimo, por 5 (cinco) membros, indicados pelo orientador e avaliados pela coordenação e pelo colegiado do programa, de acordo com critérios definidos.

Será considerado Aprovado o aluno que receber esta menção por unanimidade dos membros da comissão. Para a concessão do grau de doutor, o aluno deverá atender às seguintes condições:

  • a) estar matriculado como aluno regular, dentro dos prazos estabelecidos pelo programa;
  • b) ter sido aprovado na defesa da tese, dentro do prazo previsto;
  • c) ter atendido às exigências da coordenação do programa e da Biblioteca Central da UFC;

A Universidade outorgará os graus a que façam jus e expedirá os correspondentes diplomas para os alunos que tenham cumprido todos os requisitos. Os diplomas deverão ser solicitados pela coordenação do programa de pós-graduação, em processo administrativo próprio contendo: requerimento do diploma assinado pelo coordenador do Programa; cópia de ata de defesa; declaração de defesa da Coordenação; cópia de Diploma de mestrado; cópia de documento de identidade e documento de Nada consta emitido pela biblioteca.