Apresentação

O Programa de Pós-graduação em Saúde Pública (PPGSP) da Universidade Federal do Ceará (UFC) é composto pelo Doutorado em Saúde Pública, criado em 2014, e pelo Mestrado em Saúde Pública, criado em 1994, perfazendo, portanto, 27 anos de trajetória na rede de formação em Saúde Coletiva brasileira. Vale ressaltar que, embora tenha sido criado em 2014, o referido Doutorado representa, em realidade, o desdobramento do Programa de Doutorado em Saúde Coletiva em Associação Ampla de Instituições de Ensino Superior (IES), uma experiência inovadora em nossa realidade. O doutorado começou em 2008 inicialmente com a participação da UFC e da Universidade Estadual do Ceará (UECE), com posterior ingresso (2011) da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), perfazendo uma trajetória que alcança mais de uma década de experiência do corpo docente do PPGSP em nível de Doutorado. O corpo docente da UFC teve papel fundamental no alcance do sucesso da iniciativa, gerando reconhecimento e premiações, como por exemplo, o Prêmio Tese de CAPES da Área da Saúde Coletiva no ano de 2016.

O PPGSP/UFC, constituído pelos cursos de mestrado e doutorado acadêmicos em Saúde Pública, tem assumido sua responsabilidade social e contribuído de forma decisiva para o processo de consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS), enfatizando o desenvolvimento de estudos sobre as questões de maior relevância para o país, em especial para a região Nordeste.

Nessa perspectiva, privilegia a construção coletiva de processos com participação ativa do Colegiado (docentes, discentes e técnicos), estimulando e possibilitando as condições necessárias para ampliação da colaboração entre pares, com formação de redes, maior interação com a sociedade e ampliação de espaços crítico-reflexivos sobre o campo da Saúde Coletiva, em especial no estado do Ceará, bem como sobre o(s) papel(éis) em diferentes contextos históricos e sociais. Tem como referenciais os seguintes objetivos:

Objetivo Geral:

Oferecer excelência na formação em nível de Mestrado e Doutorado no campo da Saúde Pública/Saúde Coletiva com foco na formação de docentes, pesquisadores e profissionais da rede de serviços de saúde, prioritariamente do Sistema Único de Saúde (SUS).

Objetivos Específicos:

I. Formar profissionais qualificados para o exercício da pesquisa, ensino e extensão, articulando em sua formação diferentes núcleos e tradições epistemológicas constitutivos do campo da Saúde Coletiva;
II. Incentivar a pesquisa e a inovação na área da Saúde Coletiva, em uma perspectiva pedagógica interdisciplinar e complexa, congruente com os desafios conceituais e da práxis no sistema de saúde;
III. Produzir, divulgar e aplicar conhecimentos na área de Saúde Coletiva, voltado à melhoria das condições de vida e saúde, considerando seus determinantes e as necessidades do sistema de saúde no contexto sócio sanitário do estado do Ceará e região Nordeste, principalmente, mas conectando tais realidades com as de outras regiões brasileiras e o cenário internacional.
IV. Contribuir para o avanço do conhecimento científico no campo Saúde Coletiva e para o aperfeiçoamento da formação nos diferentes níveis;
V. Promover a cooperação científica e tecnológica em âmbitos estratégicos para a Saúde Coletiva, consolidando-se como centro de excelência e de nucleação nesse domínio na região Nordeste.

Perfil do Egresso:

O PPGSP/UFC, preocupado com a relevância social do conhecimento, espera ao final do processo formativo que o(a) egresso(a), em linhas gerais, possa estar instrumentalizado(a) para:

I. Capacidades pedagógicas: conhecimentos das metodologias de ensino para a saúde em particular as metodologias ativas de ensino-aprendizagem, elaboração de plano de aula, coordenação de disciplina, e confecção de material didático audiovisual para o ensino;
II. Desenvolvimento de pesquisa (elaboração de projetos próprios e em parceria, conhecimento das necessidades e exigências das unidades de fomento para financiamentos);
III. Conhecimento das políticas públicas e da organização e gestão do processo de trabalho em saúde;
IV. Compreensão das atividades interdisciplinares e transdisciplinares em Saúde Coletiva com aprendizagem em campos/cenários de prática;
V. Capacidade para divulgação da sua produção do ponto de vista técnico-científico, mas também com base em ações comunicativas junto à sociedade em geral;
VI. Formação ética e crítico-reflexiva, prioritária; o(a) egresso(a) deve ter conhecimento das múltiplas formações discursivas que compõem a Saúde Coletiva para exercer qualquer uma (ou todas) dessas atividades junto à sociedade;
VII. Formação de lideranças no campo da Saúde Coletiva.

Especificamente para o doutorado, o perfil do(da) egresso(a) formado(a) será o de docentes, pesquisadores e profissionais com profundidade e maturidade científica que possibilitem uma contribuição diferenciada e original ao campo da produção e difusão de conhecimentos em Saúde Coletiva, tanto no cenário nacional como internacional.